Publicidade

Publicidade

14/06/2011 - 19:59

FILO 2011: Argentina traz amores iluminados

Compartilhe: Twitter

Guto Rocha/Assessoria de Imprensa FILO

"Amar" - Alejandro Catalán & Cia - Argentina © MARIA SABATO

Espetáculo argentino utiliza a luz e som com códigos do cinema para criar espaços e narrativas cênicos do teatro

Gestos e expressões iluminados por lanternas ganham força narrativa para falar sobre relações amorosas. Em Amar, o aclamado diretor argentino Alejandro Catalán lança um olhar teatral muito particular sobre casais, que em algum momento da vida em comum se perguntam sobre se devem ou não seguir juntos.  O espetáculo será apresentado nesta terça (14) e quarta-feira (15), às 20 horas, na Funcart.

Na montagem, três casais saem para uma noitada regada a bebidas e música, e decidem ir até o litoral. Nesta aventura, seus vínculos começam a ser revelados.

“O espetáculo não é uma tese, nem um tratado sobre o amor. O queremos é que esses casais sejam representativos de uniões singulares e em situações também singulares, mas que tenham coisas comuns a qualquer outro casal”, comenta Alejandro Catalán. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , ,
22/12/2009 - 13:47

Festivais e SESC SP deixam suas marcas na temporada 2009

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

FARSA esteve no FESTIVAL DE CURITIBA

FARSA esteve no FESTIVAL DE CURITIBA

 

Nesse terceiro artigo em que, segundo o que vi, destaco os espetáculos teatrais que considero pertinentes em ganharem um espaço privilegiado de minhas reflexões, peço licença para destacar a efervescência promovida por festivais de teatro Brasil afora como o Festival de Curitiba, Festival Internacional de Londrina (FILO) e Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, que fizeram circular espetáculos marcantes, do país ou estrangeiros. Também peço licença para destacar a atuação do SESC SP que, presidido pelo professor Danilo Santos Miranda, responde por projetos e espetáculos de pesquisa e qualidade indiscutível.

As curadorias dos festivais de teatro estão, cada vez mais, direcionadas à trazer para suas cidades de origem um quadro de excelência qualitativa cada vez maior. E a cada ano são apresentados, também, espetáculos de dança, ampliando para as artes do corpo nossa atenção, mesmo por que o hibridismo entre as linguagens se faz necessária de notação.

Dentro do FILO deste ano, a abertura do festival para espetáculos e artistas com diferentes possibilidades físicas e intelectuais, além de um profícuo debate focado na reflexão e discussão da “arte inclusiva” representou um diferencial vanguardista do Festival Internacional de Londrina que, espero, seja contínuo e influencie outros festivais. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags: , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo