Publicidade

Publicidade

20/06/2012 - 18:28

Glória Menezes se apresenta no CEU Três Lagos

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Ensina-me a Vver"

SÃO PAULO – No fim de semana tem diva do teatro em cartaz no CEU é Show. Glória Menezes apresenta a peça Ensina-me a Viver, de Colling Higgins, nos Centros Educacionais Unificados de São Paulo pelo segundo ano consecutivo. De sexta-feira (22) a domingo (24) é a vez do CEU Três Lagos (zona Sul).

No espetáculo, a atriz dá vida a Maude, uma octogenária que vive uma bela história de amor com um jovem de apenas 20 anos, obcecado pela morte. A personagem de Glória, ao contrário, tem uma paixão incomparável pela vida. Aproveita cada segundo de sua existência como se fosse o último. O contato entre esses dois não poderia ser mais inusitado e improvável. No entanto, quando se encontram, a sintonia é imediata. Maude, cheia de alegria e positividade, ensina ao deslocado Harold os prazeres da liberdade e da vida. “Essa peça já me deu muitas alegrias, mas essa (estar nos CEUs) é a maior de todas”, diz Glória.

Veja o depoimento completo da atriz no  vídeo abaixo.
<a href="“>
O CEU TRÊS LAGOS fica na Estrada do Barro Branco, s/nº, Informações pelos telefones 5976-5642 e 5976-5643

Autor: - Categoria(s): DESTAQUE, Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , ,
08/09/2011 - 16:27

Ensina-me a Viver volta ao cartaz com Ilana Kaplan no elenco

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"Ensina-me a Viver"

É nesta sexta-feira (9) que a re-estreia do espetáculo Ensina-me a Viver marca a re-abertura do Teatro Sérgio Cardoso, após a sala ter passado por uma reforma que durou um ano. Sob direção de João Falcão, Glória Menezes vive Maude, uma senhora de 80 anos ao lado de Arlindo Lopes e grande elenco. Um dos destaques da nova temporada do espetáculo é o retorno da excelente Ilana Kaplan ao elenco.

A peça é uma das mais inusitadas e emocionantes histórias de amor do século 20. É a adaptação teatral do filme Harold and Maude, estrondoso sucesso de público e crítica, assinado por Coling Higgins, e narra o encontro amoroso, aparentemente improvável, entre Harold e Maude. Ele com quase vinte anos, e ela com quase oitenta.

Sensível, inteligente e rico, o jovem Harold passa por diversos problemas. Convive com uma mãe indiferente e autoritária, numa relação desprovida de qualquer contato afetuoso. Atormentado, Harold tenta chamar a atenção materna simulando tragicômicas tentativas de suicídio.

A quase octogenária Maude, ao contrário, tem uma paixão incomparável pela vida. Aproveita cada segundo de sua existência de forma alegre e juvenil.

O contato entre esses dois não poderia ser mais inusitado, mas quando se encontram, a sintonia é imediata. Maude, cheia de alegria e positividade, ensina ao deslocado Harold os prazeres da vida e da liberdade. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo