Publicidade

Publicidade

14/05/2012 - 13:52

Adriane Galisteu e Lúcia Veríssimo celebraram o Dia das Mães no teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (michel@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – O final da temporada é no próximo dia 29, mas a sessão de ontem da peça Uma Mulher do Outro Mundo, do autor inglês Noel Coward, dirigida por Alexandre Reinecke, em cartaz no Teatro das Artes, teve sabor de comemoração.

No Dia das Mães estavam presentes na plateia as mães de Adriane Galisteu e Lúcia Veríssimo que, ao lado de Jairo Mattos, Iara Jamra, Márcio de Luca e Dani Mustafci, formam  o elenco do espetáculo.

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
22/03/2012 - 13:09

Adriane Galisteu é Uma Mulher do Outro Mundo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – Uma Mulher do Outro Mundo, escrita em 1941 pelo dramaturgo inglês Noël Coward, é inédita no Brasil e tem produção de Ecilia Mutzenbecher, quem administra o Teatro das Artes, local em que as apresentações da comédia protagonizada por Adriane Galisteu começam amanhã.

Ecilia viu Uma Mulher do Outro Mundo na Broadway e vislumbrou seu sucesso aqui no Brasil: “O texto tem tudo a ver com o Brasil, pois é uma comédia alegre, simpática e trata de temas atemporais¨, afirma a produtora.

Toda a equipe técnica e o elenco foram convidados pela produção. Além de Adriane Galisteu, Jairo Mattos, Lúcia Veríssimo e Iara Jamra, a atriz Dani Mustafci interpreta Edith, a empregada, e o ator Marcio de Luca faz o papel do Dr. Bradman, amigo da família.

Com o intuito de obter informações para um novo livro, o escritor Charles Condomine (Jairo Mattos) e sua segunda esposa, Ruth (Lúcia Veríssimo), convidam uma médium, Madame Arcati (Iara Jamra), para jantar e realizar uma sessão espírita.

Madame Arcati se revela possuidora de reais poderes e por não ter controle sobre eles, ela acaba trazendo do ¨além-túmulo¨ a primeira esposa de Charles, Elvira (Adriane Galisteu). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
20/02/2011 - 17:24

Projeto Favela Mundo seleciona professores e estagiários

Compartilhe: Twitter

O Projeto Favela Mundo, que recentemente representou o Brasil em Cuba, está selecionando professores e estagiários para as áreas de Teatro, Música e Danças. O Favela Mundo procura, também, estudantes de diversos cursos de licenciatura (biologia, matemática, letras, história, entre outros) para fazerem seus estágios obrigatórios conosco. Horários das aulas podem ser marcados de acordo com a disponibilidade do professor.

Interessados favor enviar currículo para falecom@favelamundo.com . Informações sobre o projeto: www.favelamundo.com.

Projeto Favela Mundo

O projeto FAVELA MUNDO, que foi o representante brasileiro em Cuba no Congresso Internacional de Pedagogia que ocorreu de 24 a 28 de janeiro deste ano, está com inscrições abertas para todas suas atividades em 2011.

São aulas de teatro, música (violão) e danças (afro, de rua/hip hop) para crianças e jovens de 6 a 18 anos que estejam frequentando a escola e há também oficina de maquiagem artística, para maiores d e15 anos, a única com carater profissionalizante/geração de renda. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , ,
27/11/2009 - 11:04

Ótimos autores reunidos

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil

 

5 autores reunidos em <i>Da Possibilidade da Alegria no Mundo</i>

5 autores reunidos em Da Possibilidade da Alegria no Mundo

 

Chamar August Strindberg e Ingmar Bergman – os dois suecos campeões que, juntamente com o norueguês Henrik Ibsen são os maiores dramaturgos da Escandinávia, de ótimos autores, parece bem pouco e é. No entanto, seus textos, (A Mais Forte e Persona), reunidos no espetáculo atualmente em cartaz no Viga Espaço Cênico, Strindbergman, nos pareceu muito menor do que cada um deles separados.

 

 

Que Bergman (séc.20) foi influenciado por Strindberg (séc.19) todo mundo sabe, pois o cineasta e encenador teatral cansou de dizer. Mas, nenhum dos dois gostava de desperdiçar palavras. Quem lê A Mais Forte, em que uma personagem é muda e a outra fala, sem observar as pausas do discurso, pode pensar que se trata de falar por falar. Mas não é o caso. Uma ouve e tem reações silenciosas enquanto a outra monologa sobre os prós e contras de ser casada, como ela, e amante, como a outra. A solução dessa dúvida é que é a questão central da obra.

Se a peça me agrada menos do que os originais, a encenação (Marie Dupleix) é de extremo bom gosto. Além disso, as três atrizes, Clara Carvalho, Janaina Suaudeau e Nicole Cordery estão maravilhosas, razões suficientes para tornar a assistir à encenação com grande prazer. Vale conferir.

Da possibilidade da Alegria no Mundo reúne cinco autores (e não quatro como há até no programa) aos quais foram pedidas peças curtas que se dedicassem ao tema proposto no título. Quem abre a cena, antes de se adentrar à sala é Simone Evaristo que, com as ótimas improvisações que apresenta, mostra que é excelente atriz, como se verá em toda a montagem e uma dramaturga promissora. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , ,
Voltar ao topo