Publicidade

Publicidade

10/01/2010 - 19:52

A biografia dos Reis dos Musicais

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Capa do livro escrito por Tania Carvalho

Capa do livro escrito por Tania Carvalho

Nos últimos anos eles foram os responsáveis pela revitalização do gênero Musical no teatro brasileiro. Espetáculos como A Noviça Rebelde, Avenida Q e 7 – O Musical entre outros, apresentaram o talento da dupla de ouro dos musicais brasileiros Charles Moeller e Claudio Botelho. Vários também foram os prêmios conquistados por essa dupla. O mais recente deles foi o Troféu Especial de Teatro dado pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Teatro), em 2009.

Em homenagem ao trabalho realizado pelos dois ao longo dos últimos 20 anos e de sua importância para a história do teatro brasileiro, a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo decidiu publicar o livro Os Reis dos Musicais – Charles Möeller e Claudio Botelho, escrito por Tania Carvalho a partir do depoimento deles. A obra faz parte da Coleção Aplauso – Série Especial e o lançamento acontece no dia 12 de janeiro, às 21h30, no Espaço SESC – RJ (Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana), depois da estreia do novo espetáculo Versão Brasileira, em cartaz no Rio de Janeiro até o dia 7 de fevereiro.

Na apresentação do livro, Tania Carvalho ressalta que a dupla revigorou um gênero quase esquecido. “Um gênero que talvez nunca tivesse sido levado tão a sério – nem pelo meio teatral nem pelo público. Hoje são responsáveis por grandes montagens reconhecidas internacionalmente. Tudo feito com muita petulância, arrogância, como gostam de dizer, e, especialmente, talento e competência. Eles são, definitivamente, os reis dos musicais”, destaca a autora. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , ,
19/12/2009 - 20:27

Musicais definem novos velhos rumos do entretenimento teatral

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

 

Elenco do musical <i>Avenida Q</i>

Elenco do musical Avenida Q

 

No segundo artigo-retrospectiva teatral 2009, me atenho a um gênero teatral que entrou em meados de 2000 na pauta das artes cênicas, embora não seja um gênero novo – historicamente, com as revistas musicais, entre outras formas teatrais que marcaram época, e nos deixaram o legado das grandes vedetes, como a diva Eloá –, nessa primeira década do século 21 deixou claro que veio não como moda, mas em busca de um novo espaço que lhe é velho conhecido, e, particularmente este ano, ocupou boa parte do teatro comumente chamado de entretenimento.

 

Assim como afirmei no bate-papo sobre Teatro de Entretenimento X Teatro de Vanguarda, no Vira Cultura, da Livraria Cultura, prefiro os termos risco e menor risco para tratar os espetáculos que visam a pesquisa de linguagens e os de olho em públicos mais adeptos em gastar com a diversão, respectivamente. Musicais como A Bela e a Fera e A Noviça Rebelde, por suas longas trajetórias de montagens bem-sucedidas, podem ser colocados no patamar de montagens de menor risco, ou seja, que, provavelmente, cairão no gosto do grande público. Mas, até nesses casos, a condicional não afasta de todo o risco.

Dirigida pela dupla que revitaliza nossa adormecida vocação aos musicais, sobretudo como forma de entretenimento, Charles Möeller e Cláudio Botelho, apresentaram uma montagem impecável de A Noviça Rebelde fazendo jus à plateia sempre lotada, mesmo com ingressos à altos preços. O espetáculo fez, também, temporada popular no Teatro Sérgio Cardoso, onde pudemos conferir o trabalho de “maior risco” da dupla, 7 – O Musical, texto brilhante de Charles Möeller, dirigido por Cláudio Botelho e com trilha original composta por Ed Motta, comprovando que estamos preparados não apenas para importar os clássicos do universo musical. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas Tags: , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo