Publicidade

Publicidade

22/03/2012 - 13:09

Adriane Galisteu é Uma Mulher do Outro Mundo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – Uma Mulher do Outro Mundo, escrita em 1941 pelo dramaturgo inglês Noël Coward, é inédita no Brasil e tem produção de Ecilia Mutzenbecher, quem administra o Teatro das Artes, local em que as apresentações da comédia protagonizada por Adriane Galisteu começam amanhã.

Ecilia viu Uma Mulher do Outro Mundo na Broadway e vislumbrou seu sucesso aqui no Brasil: “O texto tem tudo a ver com o Brasil, pois é uma comédia alegre, simpática e trata de temas atemporais¨, afirma a produtora.

Toda a equipe técnica e o elenco foram convidados pela produção. Além de Adriane Galisteu, Jairo Mattos, Lúcia Veríssimo e Iara Jamra, a atriz Dani Mustafci interpreta Edith, a empregada, e o ator Marcio de Luca faz o papel do Dr. Bradman, amigo da família.

Com o intuito de obter informações para um novo livro, o escritor Charles Condomine (Jairo Mattos) e sua segunda esposa, Ruth (Lúcia Veríssimo), convidam uma médium, Madame Arcati (Iara Jamra), para jantar e realizar uma sessão espírita.

Madame Arcati se revela possuidora de reais poderes e por não ter controle sobre eles, ela acaba trazendo do ¨além-túmulo¨ a primeira esposa de Charles, Elvira (Adriane Galisteu). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
10/04/2010 - 17:49

Um chopp com Noel Rosa

Compartilhe: Twitter

Antonio Júnior, especial para o Aplauso Brasil (junior@aplausobrasil.com)

Musical sobre o compositor Noel Rosa

Já imaginou você tomar uma bebida com Noel Rosa? Isso é possível na peça Noel Rosa, Poeta da Vila e Seus Amores em cartaz no Espaço Teatro do Núcleo Bartolomeu de Depoimento, em São Paulo. Durante o espetáculo, o público participa passivamente da peça, num cenário montado entre mesas que fazem alusão a um bar, onde poderá degustar bebidas, inclusive alcoólicas.

Com texto de Plínio Marcos e direção de Dagoberto Feliz, o espetáculo apresenta uma retrospectiva em ordem não cronológica da vida do cantor, inserida em um contexto poético da boemia, dos cabarés e da era do rádio. O espetáculo retrata a curta vida e a boemia do cantor e compositor que completaria cem anos no mês de dezembro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , ,
Voltar ao topo