Publicidade

Publicidade

20/04/2012 - 15:39

Confira programação da VII Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

"Kamouraska" - Cia Inversa Teatro

Organizada pela Cooperativa Paulista de Teatro e, mais uma vez com patrocínio da Petrobrás, a sétima edição da Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo começa na próxima terça-feira (24) na Oficina Cultural Oswald de Andrade que divide a programação, toda ela gratuita, com o SESC Bom Retiro

SÃO PAULO – De 24 (terça-feira) a 29 de abril (segunda-feira), a Oficina Cultural Oswald de Andrade e a unidade Bom Retiro do SESC São Paulo serão palco para as dez atrações latino-americanas e duas espanholas que compõem a grade de programação da VII Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo, cujas atividades são gratuitas e a realização é da Cooperativa Paulista de Teatro e do Instituto Internacional de Teatro da UNESCO no Brasil (ITI- Brasil), e tem como eixo “a mulher na produção teatral da América Latina”.

"As Três Irmãs" - Cia Traço de Teatro - credito Nassau Souza


A peça de abertura da Mostra, que já faz parte do calendário teatral da cidade de são Paulo, terá o coletivo mexicano La Reina Chulas instalando seu cabaré La Banda de Las Recodas – sarcástico painel da sociedade mexicana e suas semelhanças com outros países latino-americanos. Os cubanos do Teatro de La Luna colocarão em relação dois ídolos de Cuba: Célia Cruz e Benny Moré, que se encontram imaginariamente no lendário piano-bar Delirio Habanero. As recifenses Loucas de Pedra Lilás prometem agitação e propaganda em torno dos problemas da mulher com seu As Dom QuiXotas em Defesa dos Direitos Humanos Enfrentando os Cafuçus, e as florianopolitanas da Traço Cia de Teatro exibirão uma singela versão de As Três Irmãs, de Chekhov. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
07/02/2012 - 23:26

Phedra de Córdoba brilha em entrega de 4º Prêmio CPT

Compartilhe: Twitter

Pascoal da Conceição e Phedra de Córdoba

SÃO PAULO – A Diva d’Os Satyros, a cubana Phedra de Córdoba, fala sobre sua chegada ao Brasil pelas mãos do mago das revistas cariocas, Walter Pinto, em 1958. Em seguida, ela interpreta, soberanamente, um poema de Federico García Lorca.

Siga nosso Twitter @aplausobrasil

<a href="“>

Autor: - Categoria(s): Multimídia Tags: , , , , , , , ,
07/02/2012 - 17:55

Saiba quem ganhou o 4º Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Cia. Hiato - crédito Taba Benedicto

SÃO PAULO – Cumprindo sua vocação de congregar coletivos teatrais, a Cooperativa Paulista de Teatro revelou ontem, no Teatro Coletivo totalmente lotado pelos artistas das companhias cooperativadas, os vencedores da quarta edição do Prêmio que leva seu nome.

O Mestre de Cerimônias, o ator Pascoal da Conceição, “abriu os trabalhos” interpretando um texto em homenagem aos artistas da Semana de Arte Moderna de 1922 lembrando que eles, há 90 anos, abriram caminhos para a arte moderna brasileira e, ao lado do DJ Eugênio Lima,

Pascoal da Conceição e Phedra de Córdoba

apresentou o Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro que, entre outras surpresas, contou com Phedra de Córdoba recitando uma poesia de Federico García Lorca.

Confira a lista com os ganhadores do Prêmio Cooperativa de Teatro 2011

1-Dramaturgia Leonardo Moreira, por “O Jardim”, Cia. Hiato

2- Direção:

Nelson Baskerville, por “Luis Antônio Gabriela”,Cia Mungunzá de Teatro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Multimídia, Notas e Oportunidades Tags: , , , ,
06/02/2012 - 14:21

Logo mais você confere os vencedores do 4º Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (Michel@aplausobrasil.com)

Maria Thereza Vargas concorre ao Prêmio Especial

SÃO PAULO – Desde a primeira gestão da Cooperativa Paulista de Teatro (CPT), pelo ator Ney Piacentini, a Cooperativa tornou-se um bem-sucedido exemplo de coletivo agregador de coletivos teatrais que, conforme preconizou o  ator Antonio Grassi, presidente da Funarte, tal instituição “deve servir de modelo aos sindicatos teatrais de todo o Brasil”. Sem fugir ao legado da coletividade, logo  mais, a partir das 20h no Teatro Coletivo (Rua da Consolação, 1623), serão revelados os vencedores da 4ª edição do Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro, referente aos talentos coletivos que se destacaram em 2011.

Dentre as novas categorias da edição estão: Melhor Trabalho Teatral do Interior e Litoral Paulista, Melhor Trabalho de Rua, Publicação Para Teatro, entre outras novidades.

O desenho do troféu do prêmio é de Luciana Bueno, a apresentação estará a cargo do ator Pascoal da Conceição com a participação do DJ Eugênio Lima e ambientação de Carlos Escher.

Lista de indicados ao Prêmio CPT 2011 1° e 2° Semestres

Comissão julgadora do Prêmio CPT 2011. 1° Semestre: Evaristo Martins de Azevedo, Maria Tendlau, Roberto Rosa, Sebastião Milaré, Alexandre Mate (Colaborador) 2° Semestre: Evaristo Martins de Azevedo, Roberto Rosa, Alexandre Mate, Simone Grande.

Lista de indicados: 1 – Dramaturgia: criação individual ou coletiva em espetáculo apresentado em sala convencional, rua ou espaço não convencional. 1º Semestre 1. Rudifran Pompeu por “Marulho, O Caminho do Rio”, Grupo Redimunho 2. Verônica Gentilin e argumento de Nelson Baskerville por “Luis Antônio – Gabriela”, Cia Mungunzá de Teatro 3. Leonardo Moreira por “O Jardim”, Cia. Hiato 2º Semestre 1. Eduardo Moreira por “Prometheus: A tragédia do fogo”, Cia. Teatro Balagan 2. Julio Santi por “O mestre de Obra” 3. Paulo Faria por “Cine Camaleão, a boca do lixo”, Grupo Pessoal do Faroeste. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , ,
19/09/2011 - 16:16

Peça sobre ataques homofóbicos na Paulista é lida no Masp

Compartilhe: Twitter

Redação do Aplauso Brasil (aplauso@gmail.com)

Débora Duboc lê peça de Luciano Mazza

A partir dos recentes e trágicos ataques homofóbicos na moderna e rica região da Avenida Paulista, em São Paulo, o dramaturgo Lucianno Maza acreditou ser urgente a reflexão sobre essa realidade e pesquisou sobre a homossexualidade hoje no Brasil, os grupos homofóbicos de skinheads e neo-nazifascistas, sua formação e pensamento. O resultado dessa pesquisa poderá ser visto na leitura dramatizada de seu novo texto: “Contramão”, que será apresentada na próxima segunda-feira, dia 19 de Setembro, às 19h30, no Grande Auditório do MASP, na própria Avenida Paulista. A apresentação faz parte da programação do projeto Letras Em Cena.

No elenco da leitura estarão grandes atrizes e jovens atores do teatro paulistano: Débora Duboc, Gustavo Haddad, Rosaly Papadopol, Fábio Lucindo, Haroldo Ferrari, Fábio Rhoden, Davi Kinski, Fernão Lacerda, Fernando Fecchio, Verlaine Pretto, Javert Monteiro e Thiago de Rogatis.

Lucianno Maza (Foto Bob Sousa)

Contramão começa com o encontro e envolvimento romântico de dois jovens homossexuais em um clube noturno. A caminho de casa, em uma grande avenida, o casal tem sua história interrompida por quatro rapazes homofóbicos, que lhes agride cruelmente até a morte e fogem. O que o grupo não esperava é que um dos dois, justamente o mais fraco fisicamente, sobrevivesse. A partir daí, é mostrada a obstinada luta da mãe deste jovem por justiça, além do empenho pessoal na sua recuperação física e psicológica. Em paralelo, acompanhamos a trajetória dos homofóbicos. Até que os caminhos deles se cruzem novamente.

A avenida Paulista e a homofobia

A avenida mais famosa do país, onde acontece uma das maiores paradas gays do mundo, também serve de triste cenário para tragédias envolvendo homossexuais agredidos por homofóbicos. Em novembro de 2010, dois jovens foram brutalmente espancados por um grupo de cinco adolescentes. O motivo? Foram identificados pelos garotos como um suposto casal homossexual. Durante a agressão, os homofóbicos utilizaram uma lâmpada fluorescente em formato de bastão, provocando cortes graves em um deles. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , ,
09/02/2011 - 21:25

Saiba quem são os melhores do teatro em 2010 segundo a CPT

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

3ª edição do Prêmio da Cooperativa de Teatro

Em sua terceira edição, o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro (CPT) de 2010 levou – na noite da última segunda-feira (7), nomes referenciais do teatro produzido na capital paulista para saber dos vencedores das 14 categorias que compõem a premiação.

Entre cerca de 200 convidados – representando parte de nossa classe artística de São Paulo – para a cerimônia realizada no Teatro Coletivo estavam Antunes Filho, Maria Alice Vergueiro, Paschoal da Conceição e Sebastião Milaré.

As indicações foram feitas por voto direto da categoria pela internet e uma comissão, formada por Alexandre Mate, Sérgio Roveri, Lizette Negreiros e Antônio Chapéu,  fizeram a escolha final. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , ,
20/08/2010 - 16:05

Maria Alcina revisita a obra do paulistano Arnaldo Antunes

Compartilhe: Twitter

Eduardo Melo, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

A cantora Maria Alcina interpretou Arnaldo Antunes

Na noite da última terça-feira, subiu ao palco do Teatro Cleyde Yáconis a exuberante e espalhafatosa cantora Maria Alcina  revisitando as canções de Arnaldo Antunes, dentro da segunda edição do projeto Palavra de Paulista ,realizado todas as quartas-feiras ás 18h30 ,no teatro citado .

Dona de uma voz grave e de bastante personalidade, a cantora passeou por todas as fases da carreira de Arnaldo. Acompanhada de excelentes músicos, que deram excelentes soluções de arranjos, casando a bela voz de Maria Alcina com as ótimas criações de Arnaldo Antunes. A cantora conseguiu imprimir toda a sua versatilidade e seu estilo nas composições de Antunes. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , , ,
11/02/2010 - 01:18

Cooperativa Paulista de Teatro premia os melhores de 2009

Compartilhe: Twitter

Redação (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Ney Piacentini na entrega da segunda edição do prêmio de teatro da CPT

Ney Piacentini na entrega da segunda edição do prêmio de teatro da CPT

Na última segunda-feira (8) no Espaço Parlapatões, a classe teatral paulista contou com a  segunda edição do Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro. A cerimônia foi apresentada pela dupla de palhaços do grupo La Mínima, Domingos Montagner e Fernando Sampaio, e ao final da entrega, o Grupo Formação 10 da Escola Livre de Teatro realizou uma pequena apresentação, com cenas do espetáculo Nekropolis.

O diferencial do Prêmio Cooperativa Paulista é o protagonismo dos coletivos em relação às personalidades individuais, sem excluí-las. São 14 categorias que inovam o sistema de reconhecimento do teatro paulista, válido para trabalhos que tiveram sua estreia no Estado de São Paulo durante o ano de 2009. Em lugar de melhor ator/atriz o prêmio é destinado ao melhor elenco dos espetáculos concorrentes. A melhor dramaturgia escolhida pode ser para um autor ou para um texto produzido coletivamente. Foram criadas novas categorias como o melhor trabalho teatral do interior e litoral paulista, melhor trabalho de rua, publicação para teatro, entre outras novidades.

A comissão julgadora, eleita pelos sócios da Cooperativa, é formada pelo pesquisador teatral Valmir Santos, pelo crítico teatral Edgar Olimpio de Souza, pelo representante da produção teatral do interior de São Paulo – Cláudio Mendel, Diretor da Casa de Cultura Cassiano Ricardo de São José dos Campos e pela atriz Deborah Serretiello. Os quatro integrantes passaram 2009 assistindo o máximo de trabalhos possíveis, fizeram indicações para o primeiro e segundo semestres do ano, publicaram na revista Camarim um balanço da temporada e terão suas escolhas reveladas na noite de entrega do prêmio. O desenho e confecção do troféu do prêmio é de Luciana Bueno. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , ,
03/02/2010 - 15:39

Empoeirados coloca sobre o palco dois contos de Gero Camilo

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

"Empoeirados", em curta temporada no SESC da Av. Paulista

"Empoeirados", em curta temporada no SESC da Av. Paulista

Mais uma vez, a Unidade Provisória do SESC Avenida Paulista é palco de peça adaptada do singelo e poético livro de contos A Macaúba da Terra, do ator e escritor Gero Camilo. Trata-se do espetáculo Empoeirados que se apresenta dentro do projeto Primeiro Sinal, todas as quartas e quintas-feiras às 20h.

Dirigido por Cristiano Karnas, Empoeirados é uma livre adaptação de Ímpares, Do Amor de um Pássaro Por um Lagarto e Caminham Nus Empoeirados e conta a história de dois atores que trocam a pacata vida em sua trupe e se aventuram Brasil afora. Nessa jornada mambembe, temas como o companheirismo, transformação e amor pelo teatro são enfocados. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , ,
22/09/2009 - 14:55

Cooperativa Paulista de Teatro comemora 30 anos e lança livro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michel@aplausobrasil.com)

 

Capa do livro de 30 anos da Cooperativa de Teatro

Capa do livro de 30 anos da Cooperativa de Teatro

 

Instituição apontada por muitos como exemplar, a Cooperativa Paulista de Teatro comemora suas três décadas como festival Teatro Nos Parques e o lançamento de um livro sobre seus 30 anos de atividades. Escrito por Alexandre Mate, Trinta anos da Cooperativa Paulista de Teatro: uma história de tantos (ou mais quantos, sempre juntos) trabalhadores fazedores de teatro, tem lançamento oficial nesta quarta (23), 19h30, no SESC Pinheiros.

 

 

As atrizes Bete Dorgam e Dani Biu serão as mestres de cerimônias do lançamento que, além do autor do livro, terá a presença dos atores Paulo Betti, Ney Piaccentini e Luiz Amorim, entre outros, além de performances da Nau de Ícaros, Caixa de Imagens e As Meninas do Conto.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre o evento.

 

Trinta anos da Cooperativa Paulista de Teatro
Dia: 23/09 • Quarta, às 19h30
Local: Sala de Leitura, 2º andar.
Vagas: 200
Livre para todos os públicos
Retirada de ingressos pelo sistema INGRESSOSESC – em todas as unidades do SESC a partir do dia 1º de setembro.
Grátis.

 
SESC Pinheiros
Endereço: Rua Paes Leme, 195
Horário de funcionamento da Unidade – Terças a sextas, das 13 às 22 h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h.
Tel. para informações: 11 3095.9400
ESTACIONAMENTO – COM MANOBRISTA – VAGAS LIMITADAS – Veículos, motos e bicicletas – Terças a sextas, das 7h às 22h; Sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h. Taxas: Matriculados no SESC: R$ 5,00 as três primeiras horas e R$0,50 – a cada hora adicional // Não matriculados no SESC: R$7,00 as três primeiras horas e R$1,00 – a cada hora adicional. Informações sobre outras programações ligue 0800 118220 ou consulte o site: www.sescsp.org.br

 

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo