Publicidade

Publicidade

01/08/2012 - 22:44

Um delicioso chá de maçã pode reservar desagradáveis surpresas em Serpente Verde Sabor Maçã

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Serpente Verde Sabor Maçã"SÃO PAULO – Serpente Verde Sabor Maçã, de Jô Bilac e Larissa Câmara, apresenta a loucura da Senhora G, que mata as suas visitas se estas lhe parecem portadoras de um caráter duvidoso. Depois de temporada na capital paulista e viagens por cidades do interior, através do projeto SESI Viagens Teatrais 2012, a peça fica em cartaz nos Parlapatões entre sexta-feira (3) e 22 de agosto.

As vítimas são pessoas interessadas na compra da casa em que Senhora G reside. Nenhum personagem é totalmente bom ou mau. Aos poucos eles vão expondo as suas qualidades e defeitos.

A anfitriã, Senhora G, considera que está fazendo um favor á humanidade quando elimina um ser abominável. Ela decide quem vive, quem é bom ou mau, e se sente importante pelo poder que detém sobre o destino dessas pessoas: se escolher o chá do bule prateado o envenenamento, do contrário a pessoa ainda tem uma chance de sobreviver.

Num tom expressionista e de humor negro, a peça transcorre com humor.A cada momento em que a Senhora G vai servir o chá há o suspense: mais um assassinato? Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, DESTAQUE Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
10/10/2011 - 20:26

Rindo com Lulu Pavarin

Compartilhe: Twitter

Maurício Mellone* (aplauso@gmail.com)

Elenco de "Serpente Verde, Sabor Maçã"

Jô Bilac e Larissa Câmara são os autores dessa tragicomédia, em que a misteriosa Senhora G serve chá aos visitantes: muitos entram na bela casa e poucos saem de lá. No Espaço Parlapatões e com direção de Lavínia Pannunzio, Lulu divide o palco com Angela Figueiredo, Luna Martinelli e Fernando Fecchio

Hoje é um belo dia para ocorrer um assassinato. No prólogo, um ator na penumbra já indica o clima da tragicomédia dos cariocas Jô Bilac e Larissa Câmara. Na cena inicial permanece o tom sombrio e a misteriosa e mentirosa Senhora G, interpretação visceral de Lulu Pavarin, oferece um inusitado chá verde (sabor maçã) à primeira visita (ou seria vítima), vivida por Luna Martinelli. É assim que a inquilina de uma bela casa — disputada pela proprietária (Angela Figueiredo), pelas vizinhas gêmeas (Luna) e por um inspetor disfarçado (Fernando Fecchio)— recebe seus visitantes. Dependendo das atitudes deles, a Senhora G define quem deve sobreviver ou não: o chá do bule prata é servido aos que a desagradam e o chá do bule dourado para quem lhe é simpático.  Serpente Verde, Sabor Maçã acaba de estrear e fica até 4 de novembro em cartaz.

A montagem para a diretora Lavínia Pannunzio recebeu forte influência dos filmes de mistério e terror: Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , ,
24/09/2010 - 18:22

Lulu Pavarin faz rir e chorar em solo que escancara a solidão

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Atriz celebra 25 anos em excelente espetáculo solo

Classificar o excelente solo de Lulu Pavarin, Como Ser Uma Pessoa Pior, de comédia que satiriza o universo da auto-ajuda é reduzir um trabalho que ultrapassa os limites singelos da generalização. O solo, primorosamente dirigido por Mário Bortolotto, ridiculariza e emociona ao escancarar a única verdade absoluta da humanidade: sim, nascemos e morremos sós.

Germano Melo, ótimo ator, e Michelle Ferreira revelam-se autores de grande competência e antenados aos modismos contemporâneos como a crença ingênua na dissolução de problemas de auto-estima, por exemplo, com a simples repetição de mantras-frases-de-efeito que só funcionam realmente se a fé cega nas palavras colocar a razão em segundo plano. E não é o que ocorre com Amabile, a personagem interpretada com esmero técnico e sensibilidade por Lulu Pavarin, que a permite passear tranquilamente entre as vias da comédia e do drama. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Críticas Tags: , , , ,
10/09/2010 - 12:26

Peça Comemora 25 anos de carreira de Lulu Pavarin

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Lulu Pavarim comemora 25 anos de carreira com monólogo

Existem livros de auto- ajuda que prometem resolver todos os nossos problemas. Pois o público leitor deste tipo de literatura é o alvo dos dramaturgos Germano Melo e Michelle Ferreira, que escreveram Como Ser Uma Pessoa Pior, monólogo que celebra os vinte e cinco anos de carreira da atriz Lulu Pavarin que estreia hoje no Espaço dos Parlapatões.

No espetáculo, a atriz interpreta Amabile, uma mulher de meia idade que julga ter lido todos esses livros, mas nunca ter encontrado a resposta para a sua carência afetiva. Desacreditada de métodos convencionais, ela se tranca num apartamento tendo como companhia uma samambaia e uma garrafa de uísque. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , ,
Voltar ao topo