Publicidade

Publicidade

03/03/2012 - 17:41

Prêmio Portugal Telecom comemora 10 anos com reformulação das categorias e aumento do Prêmio

Compartilhe: Twitter

Inscrições para a edição deste ano entre 3 e 25 de Março

Chico Buarque um dos vencedores do Prêmio Portugal Telecom

O Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa comemora 10 anos em 2012 e reformulou o seu regulamento, passando a premiar três categorias: Romance, Poesia e Conto/Crônica. A avaliação dos livros concorrentes por categorias privilegia e promove a diversidade dos gêneros literários já que, ressaltando as modalidades textuais pertencentes a cada um deles, valoriza suas características singulares e amplia a visão comum a respeito da literatura lusófona. Nem por isso, deixa de distinguir um grande vencedor, com a escolha, simultânea e entre os três ganhadores, do Grande Prêmio de 2012.

O Valor distribuído em prêmios também aumentou passando do total de R$ 150 mil para R$ 200 mil, dividido da seguinte forma:

Premiação
Prêmio Portugal Telecom Romance = R$ 50 mil reais
Prêmio Portugal Telecom Poesia = R$ 50 mil reais
Prêmio Portugal Telecom Conto ou Crônica = R$ 50 mil reais
Grande Prêmio Portugal Telecom 2012 = + R$ 50 mil reais

As inscrições começam dia 3 de Março, terminam no dia 25 do mesmo mês e serão feitas no site www.premioportugaltelecom.com.br. Editores e/ou escritores poderão inscrever livros brasileiros com primeira edição no Brasil entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2011. Os livros de outros países lusófonos devem ter a 1ª edição publicada no país de origem entre 1º de janeiro de 2008 e 31 de dezembro de 2011 e terem sido publicados no Brasil em 2011. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , ,
23/11/2010 - 19:44

Teatro Alfa recebe a Terra Natal de Tereza Salgueiro

Compartilhe: Twitter

Edson Jr., especial para o Aplauso Brasil (edson@aplausobrasil.com)

Tereza Salgueiro apresenta show do recém-lançado "Matriz"

Tereza Salgueiro esquadrinha a música portuguesa em duas únicas apresentações sábado (27) e domingo 28 de novembro no Teatro Alfa.

Tendo como base o trabalho “Matriz”, lançado em 2009, a soprano apresenta na capital paulista “Voltarei a Minha Terra”, um mapeamento da sonoridade lusitana, resgatando os mais variados cenários históricos da canção tradicional de sua pátria.

As canções tecem uma paisagem desde o período medieval passando pelo renascimento, mergulha no ritmo mais conhecido de Portugal, o fado, interpretado por Tereza Salgueiro de modo muito particular canções imortalizadas pela internacional e eterna, Amália Rodrigues.

O CD traz  arranjos assinados  pelo violonista Jorge Varrecoso Gonçalves diretor do Lusitânia Ensemble, sexteto responsável pelo registro em estúdio e formado exclusivamente para o álbum. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , , , , ,
03/11/2009 - 20:51

Aplauso Brasil faz parceria com o site português Estado do Crítico

Compartilhe: Twitter

 

Jorge Louraço Figueira é, entre outros, crítico teatral do jornal Público, Porto (PT)

Jorge Louraço Figueira é, entre outros, crítico teatral do jornal Público, Porto (PT)

 

A partir deste artigo, está firmada a parceria entre os sites Aplauso Brasil, de Michel Fernandes, e Estado do Crítico, de Jorge Louraço Figueira, do Porto, em Portugal, iniciando assim, nossa incursão participação efetiva no fomento da discussão da cena de países que, em comum, têm a língua portuguesa como língua-pátria.

 

 

Uma escadaria no centro do palco, um conjunto de quatro músicos no canto superior esquerdo, inúmeras plantas espalhadas pela cena e, no ponto alto, um grupo de coristas fazendo oitos e saindo graciosamente. Normalmente é isto que acontece. Mas hoje, por alguma razão que desconhecemos, é uma noite diferente, e o palco está vazio. Nem sequer veio o apresentador que costuma dizer umas piadas para aquecer o público. Ou pelo menos é o que nos conta o actor dos Forced Entertainment, vestido com um fato de treino preto e um capuz onde pintaram um esqueleto. Este saco de ossos entra em cena como se, surpreendido pelo vazio do palco, tentasse explicar o que aconteceria. A dada altura, entra no palco uma actriz que insiste em fazer a sua grande cena de morte, a despeito de nada do previsto estar em cena e nenhum dos outros participantes no espectáculo ter aparecido. Provavelmente a representação foi cancelada porque a actriz morreu em cena e ainda não se apercebeu, o seu espírito permanecendo em palco para sempre, apenas acompanhado desta figura jocosa da morte enquanto mestre-de-cerimónias.

CLIQUE AQUI para ler o artigo completo.

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo