Publicidade

Publicidade

17/05/2012 - 18:06

Elias Andreato e Leonardo Miggiorin em interpretações vigorosas

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Equus"

SÃO PAULO – Alan Strang (Leonardo Miggiorin) cegou cinco cavalos com estilete, sem um motivo plausível, e está condenado à prisão. Para tentar salvar a vida do menino, a advogada (Mara Carvalho) conta com a ajuda de um famoso psiquiatra, Martin Dysart ( Elias Andreato) . O destino desse menino está nas mãos desse médico que precisa entender os motivos do crime para ajudá-lo. Eis a base da trama do inglês Peter Schaffer em Equus, cartaz do Teatro Folha.

Leonardo Miggiorin e Patrícia Gasppar em "Equus"

Dysart narra o encontro com o menino e divaga sobre a sua profissão. A solução do caso que tem em mãos é como um quebra-cabeças.  Alan é internado e o público acompanha as sessões com o psiquiatra, as lembranças do rapaz e sua relação com os pais. Aparentemente,  sua vida é normal, com os percalços comuns a qualquer ser humano, mas,  aos poucos, desvendamos seus traumas, suas paixões e fatos que demonstram um comportamento cotidiano a delinear perturbações psicológicas. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
14/05/2012 - 13:52

Adriane Galisteu e Lúcia Veríssimo celebraram o Dia das Mães no teatro

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil/ iG (michel@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – O final da temporada é no próximo dia 29, mas a sessão de ontem da peça Uma Mulher do Outro Mundo, do autor inglês Noel Coward, dirigida por Alexandre Reinecke, em cartaz no Teatro das Artes, teve sabor de comemoração.

No Dia das Mães estavam presentes na plateia as mães de Adriane Galisteu e Lúcia Veríssimo que, ao lado de Jairo Mattos, Iara Jamra, Márcio de Luca e Dani Mustafci, formam  o elenco do espetáculo.

Autor: - Categoria(s): Notas e Oportunidades Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
10/05/2012 - 20:49

Incrível como Equus continua atual

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil/ iG (aplaobrasil@aplausobrasil.com)

"Equus", de Peter Schafer, direção de Alexandre Reinecke

SÃO PAULO – A peça Equus, de Peter Shaffer, estreou em São Paulo em 1975, sob direção de Celso Nunes, protagonizada por Paulo Autran e Ewerton de Castro. Ficou dois anos em cartaz por aqui, com mudança de elenco, e depois fez também grande sucesso no Rio. Posteriormente foi montada por outros diretores. O espanto é que mesmo depois de tantos anos é super atual. Não enfoca apenas o psicótico (Leonardo Miggiorin), mas os transtornos que ele causa em seu psiquiatra (Elias Andreato). Um texto imperdível e com excelentes atores, inclusive como coadjuvantes, há nomes de peso como Patrícia Gaspar e Mara Carvalho.

Dirigida por Alexandre Reinecke, além de caprichar na atuação do elenco, a montagem tem excelente cenário que se movimenta quando os envolvidos mudam, criado por André Cortez,  figurinos cem por cento adequados de Renata Young. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
03/04/2012 - 00:58

Passagem pelo Festival de Curitiba e re-inauguração do Teatro Folha marcam trajetória de Equus

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Equus", de Peter Schafer, direção de Alexandre Reinecke

Clássico do inglês Peter Schaffer fica em cartaz até quarta-feira (4) no Festival d Curitiba  e sexta-feira (6) re-inaugura o Teatro Folha

SÃO PAULO – Após reforma, o Teatro Folha será re-inaugurado nesta sexta-feira (6) com a estreia do espetáculo Equus (até quarta na 21ª edição do Festival de Curitiba. No elenco estão os atores Elias Andreato, Leonardo Miggiorin, Patrícia Gasppar, Jorge Emil, Mara Carvalho, Léo Steinbruch, Gustavo Malheiros, Bruna Thedy e Fernanda Cunha. A peça fez temporada em Campinas e ficará na capital paulista até1º de julho. A direção é de Alexandre Reinecke.

O texto, de Peter Shaffer, é um clássico do teatro mundial. A ideia para a obra surgiu a partir do relato feito por um amigo do autor, que lhe revelou, durante uma viagem que realizavam pela Inglaterra, um fato de repercussão na sociedade local.

O amigo faleceu pouco tempo depois sem relatar o lugar, o tempo ou os protagonistas do fato, mas a história chamou a atenção de Shaffer e este resolveu transformá-la em ficção. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , ,
22/03/2012 - 13:09

Adriane Galisteu é Uma Mulher do Outro Mundo

Compartilhe: Twitter

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Elenco e diretor de "Uma Mulher do Outro Mundo"

SÃO PAULO – Uma Mulher do Outro Mundo, escrita em 1941 pelo dramaturgo inglês Noël Coward, é inédita no Brasil e tem produção de Ecilia Mutzenbecher, quem administra o Teatro das Artes, local em que as apresentações da comédia protagonizada por Adriane Galisteu começam amanhã.

Ecilia viu Uma Mulher do Outro Mundo na Broadway e vislumbrou seu sucesso aqui no Brasil: “O texto tem tudo a ver com o Brasil, pois é uma comédia alegre, simpática e trata de temas atemporais¨, afirma a produtora.

Toda a equipe técnica e o elenco foram convidados pela produção. Além de Adriane Galisteu, Jairo Mattos, Lúcia Veríssimo e Iara Jamra, a atriz Dani Mustafci interpreta Edith, a empregada, e o ator Marcio de Luca faz o papel do Dr. Bradman, amigo da família.

Com o intuito de obter informações para um novo livro, o escritor Charles Condomine (Jairo Mattos) e sua segunda esposa, Ruth (Lúcia Veríssimo), convidam uma médium, Madame Arcati (Iara Jamra), para jantar e realizar uma sessão espírita.

Madame Arcati se revela possuidora de reais poderes e por não ter controle sobre eles, ela acaba trazendo do ¨além-túmulo¨ a primeira esposa de Charles, Elvira (Adriane Galisteu). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
03/01/2012 - 15:06

Fábio Assunção volta como o cineasta de Woody Allen

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Fábio Assunção, Norival Rizzo e Carol Mariottini em"Adultérios", agora no TUCA

SÃO PAULO – Um dos melhores espetáculos da cena paulistana no ano passado volta ao cartaz dia 20 de janeiro no TUCA. Adultérios (cujo título original é Central Park West) é um dos textos que o cineasta Woody Allen escreveu diretamente para o palco. Inteligente, divertido e ligeiramente neurótico, como todo bom script com a assinatura de Woody Allen, a peça traz Fábio Assunção, Norival Rizzo e Carol Mariottini no elenco, tradução de Rachel Ripani, figurinos de Leopoldo Pacheco, direção e adaptação de Alexandre Reinecke.

O cenário é Nova York, como acontece na maioria das criações de Woody Allen. A comédia se passa à beira do Rio Hudson, mostrando o encontro entre o roteirista de cinema Jim Swain (Fábio Assunção), de recente sucesso; e um típico homeless (morador de rua) americano, Fred (Norival Rizzo). Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , ,
02/07/2011 - 17:58

Fábio Assunção vive dois personagens em peça escrita por Woddy Allen

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Fábio Assunção (Fred) e Norival Rizzo (Jim)

Um escritor e um morador de rua (ou homeless para usar o termo original) são os personagens centrais de Adultérios (Central Park West), peça escrita pelo cultuado norte-americano Woody Allen, que estreia na próxima sexta-feira (8), 21h30, no Teatro do Shopping Frei Caneca. O ator Fábio Assunção divide com Norival Rizzo ambos personagens, em sessões alternadas.

Alexandre Reinecke, quem assina a direção e a adaptação da peça, traduzida pela atriz Rachel Rippani (que está excelente no musical Mamma Mia!, no Teatro Abril), teve a ideia de colocar a dupla de atores na pele dos dois personagens o que foi, prontamente, aceito pelos atores. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , ,
11/01/2011 - 16:24

Comédia de suspense volta a ser encenada

Compartilhe: Twitter

Henrique Stroeter, Dan Stulbach e Danton Mello em "Os 39 Degraus"

Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Depois do sucesso do ano passado, Dan Stulbach, Danton Mello, Henrique Stroeter e Fabiana Gugli retornam ao Teatro Shopping Frei Caneca

Esse ano em São Paulo, ao contrário de anos anteriores, a temporada teatral logo na primeira semana de janeiro começou com estreias e re-estreias. Talvez em virtude de o Carnaval 2011 acontecer somente em março, as companhias e os produtores de teatro resolveram encurtar as férias de fim de ano e o público paulistano já pode curtir as novidades do palco ou assistir a sucessos do ano passado.

É o caso da comédia de suspense Os 39 Degraus, de Patrick Barlow, que voltou ao cartaz no Teatro Shopping Frei Caneca, no último final de semana, com temporada prevista até 13 de março. Em quatro meses de temporada em 2010 foram mais de 70 mil espectadores e pelo que se viu nessa reestréia, outros tantos irão conferir a comédia, baseada no filme de Alfred Hitchcoock, que ganhou tradução de Clara Carvalho e Alexandre Reinecke, que também é o diretor da peça. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
04/01/2011 - 19:44

Uma Excelente Comédia volta ao Teatro Gazeta

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especialpara o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Comédia leva a assinatura de Alexandre Reinecke na direção

Uma das melhores comédias do teatro paulistano no ano de 2010, volta ao cartaz nesta sexta-feira (7). Trata-se de O Clã das Divorciadas, escrita por Alil Vardar, que recebeu no Brasil a tradução de Clara Carvalho e a direção de Alexandre Reinecke. Em cena estão os ótimos Luís Salém, Paula Cohen e Maíra Charken.

Essa é a terceira comédia francesa que o produtor LG Tubaldini Jr, da Filmland Internacional, monta no Brasil. Anteriormente, ele produziu Adorei o que Você Fez e Toc Toc, as duas também traduzidas por Clara.

O público se diverte com esse eclético e inusitado clã. Lulu (Paula Cohen) tem o perfil bem consumista, mas com o fim do casamento se vê numa situação financeira difícil, tendo que dividir seu apartamento para diminuir os gastos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , ,
30/08/2010 - 11:49

Comédia tem como destaque o elenco

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, (lfw@aplausobrasil.com)

"O Clã das Divorciadas", em cartaz no Teatro Gazeta

Alexandre Reinecke acaba de estrear seu novo espetáculo, O Clã das Divorciadas. Aliás, o encenador, já pode receber o título de “O Midas da Comédia Paulistana”, visto que são várias as comédias em cartaz que levam a sua assinatura.

O Clã das Divorciadas foi escrito pelo francês Alil Vardar e recebeu a tradução de Clara Carvalho. Não se trata de um texto cômico muito inspirado. A dramaturgia não transcende o banal ao falar de mulheres solitárias. Porém, Alexandre teve a sabedoria de chamar para o elenco duas boas comediantes, Paula Cohen e Maíra Charken, que conseguem executar bem os seus papéis.

Só que a ideia mais feliz da nova montagem de Reinecke foi chamar Luís Salém para interpretar uma das mulheres. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo