Publicidade

Publicidade

24/02/2011 - 00:16

Eles voltaram melhores ainda

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, colunista e crítico teatral do Aplauso Brasil

Luís Francisco Wasilewski, colunista e crítico teatral do Aplauso Brasil

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Em 1980, Macksen Luiz utilizou pela primeira vez em uma crítica teatral a expressão “Besteirol”, que acabou designando uma série de comédias feitas no Rio de Janeiro e São Paulo, na década de 1980. Agora, Stella Miranda criou uma denominação e, eu acho, que sou o primeiro a utilizá-lo em uma crítica jornalística. Trata-se de Besteiral, a saber, o Besteirol musical. Este intróito é para falar da volta do Besteiral Subversões que, 21

O “Besteiral” “Subversões 21”

anos após a sua estreia, chega com o título de Subversões 21.

O espetáculo continua sendo dirigido por Stella Miranda e traz no elenco os excelentes Aloísio de Abreu, Luís Salém e Márcia Cabrita. E, para definir a montagem, Stella cunhou o termo Besteiral. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
04/01/2011 - 19:44

Uma Excelente Comédia volta ao Teatro Gazeta

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especialpara o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Comédia leva a assinatura de Alexandre Reinecke na direção

Uma das melhores comédias do teatro paulistano no ano de 2010, volta ao cartaz nesta sexta-feira (7). Trata-se de O Clã das Divorciadas, escrita por Alil Vardar, que recebeu no Brasil a tradução de Clara Carvalho e a direção de Alexandre Reinecke. Em cena estão os ótimos Luís Salém, Paula Cohen e Maíra Charken.

Essa é a terceira comédia francesa que o produtor LG Tubaldini Jr, da Filmland Internacional, monta no Brasil. Anteriormente, ele produziu Adorei o que Você Fez e Toc Toc, as duas também traduzidas por Clara.

O público se diverte com esse eclético e inusitado clã. Lulu (Paula Cohen) tem o perfil bem consumista, mas com o fim do casamento se vê numa situação financeira difícil, tendo que dividir seu apartamento para diminuir os gastos. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , , , , , , , ,
30/08/2010 - 11:49

Comédia tem como destaque o elenco

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, (lfw@aplausobrasil.com)

"O Clã das Divorciadas", em cartaz no Teatro Gazeta

Alexandre Reinecke acaba de estrear seu novo espetáculo, O Clã das Divorciadas. Aliás, o encenador, já pode receber o título de “O Midas da Comédia Paulistana”, visto que são várias as comédias em cartaz que levam a sua assinatura.

O Clã das Divorciadas foi escrito pelo francês Alil Vardar e recebeu a tradução de Clara Carvalho. Não se trata de um texto cômico muito inspirado. A dramaturgia não transcende o banal ao falar de mulheres solitárias. Porém, Alexandre teve a sabedoria de chamar para o elenco duas boas comediantes, Paula Cohen e Maíra Charken, que conseguem executar bem os seus papéis.

Só que a ideia mais feliz da nova montagem de Reinecke foi chamar Luís Salém para interpretar uma das mulheres. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas Tags: , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo