Publicidade

Publicidade

17/10/2011 - 17:06

A Troca entre Grupo e Comunidade

Compartilhe: Twitter

Tatiana Rehder

Diretora do Grupo Arte Simples de Teatro que realiza um projeto de residência artística na Comunidade de Heliópolis  na cidade de São Paulo.

www.artesimples.com.br

Arte Simples de Teatro comanda festival com jovens da comunidade de Heliópolis

Tenho imenso prazer em inaugurar o Espaço Grupos & Cias. Com um artigo tão interessante quanto esse da Tatiana Rehder, diretora do grupo Arte Simples de Teatro, que desenvolve um transformador trabalho com a comunidade do bairro Heliópolis, na periferia de São Paulo. Notável a consciência do trabalho contínuo, mesmo com verba escassa, conforme discorre Tatiana no artigo abaixo. Devemos atentar sobre a ética na conduta de trabalhos artísticos que envolvam comunidades e cobrar, SEMPRE, para que os órgãos públicos e, por que não?, privados entendam, de uma vez por todas, o poder transformador da a arte junto a uma comunidade e viabilizem, assim, sua continuidade.

(Michel Fernandes)

A Troca entre Grupo e Comunidade

Tatiana Rehder

Ao iniciar esse texto onde o tema é a troca entre grupo de teatro e comunidade, dei-me conta que, antes mesmo de começarmos nosso projeto de residência artística na comunidade de Heliópolis, a palavra “Troca” foi o que nos moveu até esse encontro. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, ESPAÇO GRUPOS & CIAS. Tags: , , , , , , , , ,
05/07/2010 - 18:09

Dzi Croquettes chega aos cinemas

Compartilhe: Twitter

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Dzi Croquettes, os internacionais

“Eu não sabia direito o que eles eram. Na minha visão de criança eles eram palhacinhos”. Estas são as falas iniciais do documentário sobre o revolucionário grupo de teatro-dança Dzi Croquettes – O Documentário, dirigido por Tatiana Issa e Raphael Alvarez que, felizmente, chega, agora, dia 16 de julho aos cinemas brasileiros.

Tatiana criou o filme a partir de sua memória afetiva. Quando criança ela, junto de seu pai, o cenógrafo Américo Issa, conviveu com a trupe.  Portanto, recuperar a história da companhia é, também, recuperar a história de Américo, que foi um cenógrafo importante do teatro brasileiro.

O Dzi Croquettes era formado pelos seguintes artistas: Lennie Dale, Wagner Ribeiro, Cláudio Tovar, Cláudio Gaya, os irmãos Rogério de Poly e Reginaldo de Poly, Bayard Tonelli, Paulo Bacellar, Benedictus Lacerda, Carlos Machado, Eloy Simões, Roberto Rodrigues e Ciro Barcelos. Essa foi a formação original do grupo. Depois, nomes como Dario Menezes, Fernando Pinto e Jorge Fernando farão parte da companhia.

Deles, estão vivos apenas Tovar, Reginaldo, Bayard, Benedictus, Ciro, Jorge e Dario. Isso foi um dos fatores que dificultou o trabalho de Tatiana e Raphael para a realização do filme, a falta de material sobre as encenações do grupo e a ausência da maior parte dos seus integrantes.

No livro Ela é Carioca, o escritor Ruy Castro fala de uma maldição que aconteceu ao grupo, o fato de a maior parte dos integrantes terem morrido precocemente.

Eles surgiram no momento mais violento do regime militar brasileiro. A obra de Tatiana e Raphael contextualiza bem essa época com depoimentos de Ney Matogrosso, Aderbal Freire Filho, Elke Maravilha, entre outros. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Dança, Música e Cinema Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo