Publicidade

Publicidade

14/12/2010 - 06:15

Saiba em primeira mão os vencedores do Prêmio APCA de Teatro 2010

Compartilhe: Twitter

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

"Doze Homens e Uma Sentença", eleito o Melhor Espetáculo de Teatro de 2010 pela APCA

A noite da última segunda-feira reuniu críticos da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de diferentes áreas artísticas para a escolha dos artistas premiados por seus respectivos trabalhos realizados em 2010. Como faço parte dos votantes da área Teatro, divulgo em primeira mão a lista dos vencedores do prêmio.

Como podemos escolher os vencedores em apenas sete categorias, as discussões sobre quem deveria receber o APCA de Teatro se estenderam por mais de duas horas. A chuva torrencial que caiu pela cidade de São Paulo fez com que figuras sempre presentes nas votações como Paschoal XVIII, Celso Curi e Edgar Olímpio de Souza não estivessem presentes à mesa de votantes, esta composta por Afonso Gentil, Erika Riedel, Evaristo Martins de Azevedo, Jefferson Del Rios, Luiz Fernando Ramos, Maria Lúcia Candeias, Mauro Fernando Mello, Michel Fernandes e Vinício Angelici. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Matérias Tags: , , , , , , , , , , , ,
09/12/2010 - 22:06

E o palco do CCBB aguenta o peso de tantas feras!?

Compartilhe: Twitter

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

crédito Zineb Benchekchou

Não é questão de gordura, mas de competência. Nunca vi uma montagem com tantos grandes atores ao mesmo tempo. É o que acontece em “12 Homens e Uma Sentença”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de quinta a domingo. Uma maravilha.

A peça traz como trama uma reunião de jurados para resolver se um réu é inocente ou culpado. A discussão começa com Genézio de Barros e Norival Rizzo e se alastra por todo o grupo. São eles José Renato (ator que fundou o Teatro de Arena), Oswaldo Mendes (um dos fundadores do Arte e Ciência na Palco), Brian Penido (do Grupo TAPA). Além deles, André Garolli, Eduardo Semerjian, Ivo Müller, Ricardo Dantas, Augusto César, Marcelo Pacífico, Riba Carlovich e ainda, o guarda, Fernando Medeiros. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Críticas, Matérias Tags: , , , , , , , , , , , ,
02/12/2010 - 17:44

“12 Homens e Uma Sentença”: texto brilhante para interpretações sublimes

Compartilhe: Twitter

“12 Homens e Uma Sentença”, crédito Zineb Benchekchou

Maurício Mellone, para o site Favo do Mellone parceiro do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Peça de Reginald Rose, com direção de Eduardo Tolentino de Araújo, fica em cartaz até 19 de dezembro no CCBB-SP

Uma história instigante e envolvente com um elenco de 12 atores afinadíssimos e de muito talento. Essa é a impressão de quem assiste “12 Homens e Uma Sentença”, que fica em cartaz no CCBB até 19 de dezembro.
Originalmente a história foi criada para uma série de TV dos EUA nos anos 50, mas ganhou, pelas mãos do ator Henry Fonda, uma versão para o cinema, com direção de Sidney Lumet. Só em 1963 chegou aos palcos do mundo, sempre com muito sucesso. E pela primeira vez é encenada no Brasil, graças aos produtores Ana e Mário Paz, que convidaram Eduardo Tolentino de Araújo para a direção. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Artigos, Resenhas e Crônicas, Colaboradores Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
09/03/2010 - 23:49

Clássico de Shakespeare com referências da cultura popular brasileira

Compartilhe: Twitter

Antonio Júnior (junior@aplausobrasil.com)

Estreia SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

O grupo Clã – Estúdio das Artes Cômicas apresenta o clássico de Shakespeare, Sonho de uma Noite de Verão, em uma encenação ímpar, remetendo ao cordel brasileiro. O grupo fica em cartaz a partir desta sexta-feira (12) até o dia 18 de abril, no Teatro Paulo Eiró. A direção é de Cida Almeida e produção de Sofia Papo. A tradução do texto shakespeariano é de Bárbara Heliodora.

A montagem é construída no universo da cultura popular brasileira, guiando-se pelo circo e pelo uso de máscaras cômicas – marca registrada do grupo –, fazendo referências ao cordel brasileiro, tudo com muita música e dança regionalizadas – executadas ao vivo pelos próprios atores. O grupo constroi uma ponte entre o clássico e o popular. Características do texto original, como o andamento ligeiro dos acontecimentos, a trama cerrada e as fulminantes soluções cênicas são potencializadas nessa montagem. A intenção do grupo é trazer a tão famosa peça de Shakespeare para a realidade da cultura brasileira. Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Colaboradores, Matérias Tags: , , , , ,
Voltar ao topo